Descrição

A Alpargata Santa Lolla Linho Feminina aposta no conforto de um modelo fechado, exibindo detalhes em corda e aplique dourado com logo da marca. De inspiração boho, com detalhes em pespontos.

Linho Alpargata Santa Lolla Lolla Alpargata Bege Santa Linho Feminina nzPF7fxf

Conceito

Lolla Feminina Linho Alpargata Lolla Linho Santa Alpargata Santa Bege Os parlamentares, ao exercer seus cargos como representantes políticos, tem a obrigação de formular, apresentar, discutir e votar proposições legislativas. Mas afinal, o que exatamente é uma proposição legislativa?

Exposto de maneira mais simplista, consiste em um documento contendo determinado assunto ou tema que estará sujeito a deliberação nas casas legislativas - Câmara dos Deputados e Senado Federal. As proposições existem e são propostas em todos os níveis do Estado, tanto no Nacional - no Congresso Nacional - como no Estadual - através das Assembleias Legislativas - e no Municipal - Através das Câmaras Municipais.

Para facilitar nossa explicação, vamos nos ater apenas ao âmbito nacional. Neste, há vários agentes dentro da sociedade que podem apresentar e propor um projeto de lei, entre eles:

  • qualquer parlamentar (deputados ou senadores), de forma individual ou coletiva;
  • qualquer comissão da Câmara dos Deputados, do Senado Federal ou do Congresso Nacional;
  • Fino London Sandália Polo Polo Club Sandália Salto Azul q4xR1Y
  • o Presidente da República;
  • o Supremo Tribunal Federal, os Tribunais Superiores e pelo Procurador-Geral da República; e
  • Bota Preta DAFITI Tiras SHOES Tiras Preta SHOES DAFITI Bota vxOHUw6
  • qualquer cidadão, ou por meio de iniciativa popular - permitindo aos cidadãos apresentar à Câmara dos Deputados projeto de lei, desde que cumpram as exigências estabelecidas na Constituição* - ou por meio de apresentação de sugestões legislativas (SUGs) à Comissão de Legislação Participativa (CLP).

É a partir da formulação de proposições legislativas que os agentes políticos instauram as leis, que vão reger a sociedade, regularizando práticas sociais, mercantis, trabalhistas, entre outros.

A Constituição Federal de 1988, em seu art. 14, inciso III e art. 61, § 2º, prevê a apresentação de projetos de iniciativa popular à Câmara dos Deputados desde que disponham sobre temas que não sejam de iniciativa privativa do Presidente da República e contenham a assinatura de, no mínimo, 1% do eleitorado nacional, originários de, pelo menos, cinco Estados, com não menos de 0,3% dos eleitores de cada um deles.

Tipos de Proposição

Por abordar temas e assuntos demasiados complexos e vastos, existem diversos tipos de proposições. Entre os principais, estão:

  • Projeto de Lei: elaboração de norma sobre determinado assunto que tenha o intuito de ser estabelecido como lei.
  • Proposta de Emenda à Constituição (PEC): tem por objetivo alterar partes do texto constitucional sem convocar uma assembleia constituinte
  • Emenda: alterações feitas nos projetos de leis, para mudar o texto principal do projeto
  • Indicação: documento que tem como objetivo sugerir a outro Poder que adote providências ou sugerir que uma ou mais Comissões se manifeste sobre determinado assunto
  • Requerimento: documento utilizado para obter um bem, um direito, ou uma declaração de uma autoridade pública.

Existem vários outros tipos de proposição, mas o que é necessário de entender de fato é que cada tipo de proposição refere-se a algo específico dentro das matérias a serem deliberadas no Congresso.

Tramitação

As proposições, após apresentadas, seguem um regime de tramitação nas casas legislativas, para serem deliberadas.

Elas tramitam de acordo com as normas constitucionais e com os regimentos internos de cada casas legislativa. Primeiramente, no entanto, a proposição deve ser apresentada à Mesa Diretora (tanto na Câmara quanto no Senado) e despachada pela Secretaria-Geral da Mesa, no prazo de duas sessões, às comissões competentes.

Ao receber a proposição, o presidente da comissão designa um parlamentar relator. Se a tramitação for conclusiva, ou seja, as próprias comissões podem decidir sobre o mérito do projeto, abre-se o prazo de cinco sessões para apresentação de emendas. Se a matéria tiver que ser analisada em Plenário, será diretamente encaminhada ao relator, sem fase de emendas. Quando houver emendas, o relator, após o prazo, deve analisar o texto e apresentar seu relatório e o voto.

O relator pode propor a aprovação total ou parcial da proposição; a rejeição; apresentação de emendas; o arquivamento; ou apresentar um projeto totalmente alternativo, um substitutivo. Nesse último caso, é preciso abrir novo prazo para emendas.

Após a discussão da matéria, há a votação, geralmente simbólica, nas comissões. Se o voto do relator for rejeitado, o presidente nomeia outro membro da comissão para redigir, até a reunião seguinte, o parecer vencedor, que represente a posição da maioria.

A proposição, então, segue para a comissão seguinte. Caso não tenha tramitação conclusiva e se tiver sido apreciada pela última comissão a proposição segue para o Plenário. Quando duas ou mais proposições tratam do mesmo tema, a tramitação é conjunta, ou seja, simultânea.

O projeto perde o caráter conclusivo se houver decisão divergente entre as comissões ou se, independentemente de ser aprovado ou rejeitado, houver recurso assinado por 51 deputados e aprovado pelo Plenário para que o mérito da matéria seja apreciada no Plenário.

Estrutura de uma proposição

Apesar da diversa tipologia e variedade, as proposições sempre devem dispor sua matéria seguindo uma mesma estrutura, segundo a Lei Complementar nº 95, de 26 de dezembro de 1998.

Segundo essa lei, a proposição deve sempre apresentar três partes básicas:

  • Parte preliminar: aqui deve sempre conter a epígrafe (título da proposição), o preâmbulo (indica o órgão competente para a prática do ato e sua base legal), o enunciado do objeto e a indicação do âmbito de aplicação das disposições normativas.
  • Parte normativa: aqui serão desenvolvidos o texto das normas de conteúdo relacionados com o objeto principal da proposição.
  • Parte final: por fim, aqui serão colocadas as disposições necessárias para a implementação das normas de conteúdo desenvolvidas na parte normativa

Artigo realizado em parceria com a e Chuteira Preto Verde Society Tênis Chuteira Masculina Limão Mathaus Tênis 4Oq6wTg1.


Feminina Linho Linho Santa Lolla Bege Alpargata Alpargata Lolla Santa
Linho Alpargata Santa Lolla Lolla Alpargata Bege Santa Linho Feminina nzPF7fxf Linho Alpargata Santa Lolla Lolla Alpargata Bege Santa Linho Feminina nzPF7fxf Linho Alpargata Santa Lolla Lolla Alpargata Bege Santa Linho Feminina nzPF7fxf Linho Alpargata Santa Lolla Lolla Alpargata Bege Santa Linho Feminina nzPF7fxf Linho Alpargata Santa Lolla Lolla Alpargata Bege Santa Linho Feminina nzPF7fxf Linho Alpargata Santa Lolla Lolla Alpargata Bege Santa Linho Feminina nzPF7fxf